Compartilhe

Qui, 18/10Não-Me-Toque

frio

Mín 18°

Máx 25°

Chuva 76%

frio

Yahoo

Buscar no site
Av. Alto Jacuí, 840 - CEP 99470-000 - Fone: (54) 3332.2600 - E-mail: contato@naometoquers.com.br
Notícias
12.09.2018 - Assistência Social

Abrigo Institucional atenderá Victor Graeff e Tio Hugo

Abrigo Institucional passa a atender Municípios de Victor Graeff e Tio Hugo que irão auxiliar no custeio da infraestrutura.

Não-Me-Toque é referência na região do Alto Jacuí por ser o único Município que tem um Abrigo Institucional com sede própria e em pleno funcionamento, atendendo jovens de ambos os sexos, na faixa etária de 0 a 18 anos, contando com uma equipe técnica formada por Psicólogo, Assistente Social e quatro cuidadoras.

Na tarde de quarta-feira (12), o Prefeito Pedro Paulo Falcão da Rosa recebeu os Prefeitos de Victor Graeff Claudio Alflen e Tio Hugo Gilso Paz para assinatura do convênio de mutua colaboração para atender a demanda de acolhimento de crianças e adolescentes. Estiveram presentes as Secretárias Noeli Machry e Maria Malaquias, a Procuradora Patrícia Huppes e a Psicóloga e Coordenadora do Abrigo Débora Pilger.

Com este convênio, os Municípios de Victor Graeff e Tio Hugo terão cada um uma vaga junto ao Abrigo, auxiliando na manutenção e melhoria deste. Os Municípios vizinhos farão o repasse de R$ 1.000,00 mensais para manutenção da vaga. Quando a mesma estiver ocupada por crianças acima de 01 ano e adolescentes os Municípios repassarão R$ 2.500,00, e caso a mesma for utilizada por crianças de até 01 ano, crianças e adolescentes portadores de necessidades especiais o valor repassado será de R$ 3.500,00.

“Felizmente possuímos uma infraestrutura diferenciada na região no que tange o acolhimento de crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade e agora com este convenio estamos ampliando o atendimento aos Municípios vizinhos, o que vai proporcionar além do atendimento da demanda dos mesmos um auxílio na manutenção do Abrigo”, comenta o Prefeito Pedro Paulo.

O Abrigo

Criado em 2013 pela Administração Municipal afim de acolher temporariamente crianças ou adolescentes que passaram por alguma situação de ameaça ou violação de direitos, maus tratos, negligência, violência física e psicológica, abandono, violência sexual, vínculos fragilizados e/ou rompidos. O acolhimento institucional é uma medida provisória e excepcional, utilizada como forma de transição para reintegração familiar ou, não sendo esta possível, para colocação em família substituta, não implicando privação de liberdade. Visa prestar serviços condizentes com as necessidades físicas e psicossociais de cada indivíduo acolhido, trabalhando o desenvolvimento gradativo de autonomia, bem como preservar e fortalecer vínculos com a família de origem e extensa.

Voltar Imprimir Ir ao Topo
Buscar no site