Compartilhe

Sáb, 29/04Não-Me-Toque

nublado

Mín

Máx 21°

Chuva 54%

nublado

Yahoo

Buscar no site
Av. Alto Jacuí, 840 - CEP 99470-000 - Fone: (54) 3332.2600 - E-mail: contato@naometoquers.com.br

Símbolos

Brasão de Armas e Bandeira do Município

simbolos_brasao“Lei n° 270, de 10 de dezembro de 1962 – Cria o Brasão de Armas do Município de Não-Me-Toque.”

“Art. 1° Fica criado Brasão de Armas do Município de Não-Me-Toque, conforme descrição a seguir:
Escudo português, partido, tendo como chefe, em campo de sinople (verde), um boi de prata como que ocupando a vasta campina que é fechada por uma tranqueira antiga em forma de portão de estância, também de prata, representando, estes dois símbolos em campo de sinople, o passado municipal, – a pecuária, que deu origem ao povoamento da região. Em ponta, em campo de goles (vermelho), simbolizando fecundidade, força e trabalho, um arado de ouro, representando a agricultura que é a riqueza atual, a partir de 1900, mais ou menos. O escudo está encimado por uma coroa mural de quatro torres, de prata, e colocando sobre um listel de blau (azul) com a inscrição:

NÃO-ME-TOQUE – HONRA E LABOR – 18 – XII – 1954, que é a data da Lei Estadual n.° 2.555, que criou o Município.”

simbolos_bandeiraLei n° 270 de 10 de dezembro de 1962 – Cria o Brasão de Armas do Município de Não-Me-Toque. Art. 1° Fica criado Brasão de Armas do Município de Não-Me-Toque, conforme descrição a seguir:

Escudo português, partido, tendo em chefe, em campo de sinople (verde), um boi de prata como que ocupando a vasta campina que é fechada por uma tranqueira antiga em forma de portão de estância, também de prata, representando, estes dois símbolos em campo de sinople, o passado municipal, – a pecuária, que deu origem ao povoamento da região. Em ponta, em campo de goles (vermelho), simbolizando fecundidade, força e trabalho, um arado de ouro, representando a agricultura que é a riqueza atual, a partir de 1900, mais ou menos. O escudo está encimado por uma coroa mural de quatro torres, de prata, e colocando sobre um listel de blau (azul) com a inscrição:

NÃO-ME-TOQUE – HONRA E LABOR – 18 – XII – 1954, que é a data da Lei Estadual n.° 2555, que criou o Município.


 Logomarca do Cinquentenário do Município

simbolos_cinquentenarioA logomarca do Cinqüentenário do Município de Não-Me-Toque, foi criado com o objetivo de marcar a importância desta referida data para a cidade. Foi lançado em 2004, marcando os 50 anos de emancipação política administrativa do município.
Junto ao brasão foi colocado o slogan “50 anos… também faço parte”, escolhido em concurso promovido pela Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Desporto. O brasão foi um trabalho criado pela artista plástica Franciele Schons. No concurso do slogan a vencedora foi a estudante Indianara Grevenhagen Turela.


Logomarca do Sexagenário do Município

Logo 60 anos Não-Me-ToqueA logomarca do sexagenário do Munícipio de Não-Me-Toque, foi lançada em janeiro de 2014, ano que o município comemora 60 anos de emancipação política administrativa.

Embasada na logo da Capital Nacional da Agricultura de Precisão, onde a roda representa a indústria e o satélite representa a agricultura de precisão produzida nas indústrias naometoquenses, tornou-se um selo comemorativo, lançando na Expodireto Cotrijal 2014.


Mimo Oficial do Município (Mandala)

simbolos_mimoA Lei n ° 2.956 de 10 de agosto de 2004 instituiu e regulamentou o concurso para a escolha do Mimo Oficial do Município de Não-Me-Toque.

O símbolo é uma mandala, que representa o universo e tudo o que há nele. A mandala possui oito lados, em cada lado estão desenhados os potenciais econômicos e culturais do município de Não-Me-Toque. No centro, uma roda dentada, folhada a ouro, representa o setor metal-mecânico. No centro, uma decoupage com o Brasão do Município encravado num círculo contornado por uma faixa preta e outra branca, Na parte superior , sobre a faixa branca, o nome do município e a referência de localização estadual “RS”. Na parte inferior, sob a faixa branca a inscrição promocional do município: “Jardim do Alto Jacuí”.


Lemas e Títulos recebidos e adotados pelo Município:

Capital da Lavoura Mecanizada

A partir de 1930, a atividade agrícola nas terras de Não-Me-Toque, passou a exigir novas formas de adubação nas lavouras e o uso de máquinas agrícolas. Esse progresso na agricultura torna imprescindível a implantação da lavoura mecanizada.

Logo, a partir de 1949, com a chegada dos imigrantes holandeses, experientes na mecanização das lavouras, propiciou um avanço com a fabricação de máquinas agrícolas. Surgem empresas que passam a trabalhar com sementes selecionadas.

Todos esses aspectos justificam a fama do município, além de ser pioneiro no uso de tratores, plantadeiras, colheitadeiras, tornando Não-Me-Toque popularmente conhecida como “Capital da Lavoura Mecanizada”.

Não-Me-Toque, Jardim do Alto Jacuí

simbolos_lemaA Lei Municipal n° 843, de 03 de outubro de 1983, aprovou um concurso para a escolha do Lema Promocional para o município de Não-Me-Toque.

Entre muitas sugestões, foi oficializado e adotado o nome promocional “Jardim do Alto Jacuí”, lembrando um lugar florido, éden e terreno cultivado.

Insere-se nesse lema o incentivo para que os moradores cuidem dos jardins de suas casas, cultivando e preservando flores e folhagens nos espaços públicos e, plantando sementes pelos campos ou lavouras.

As Administrações municipais e os munícipes, tornam com esses cuidados, Não-Me-Toque, um jardim com muitas espécies de flores, fazendo da paisagem um atrativo para todos que visitam o município.

Capital da Agricultura de Precisão

A Agricultura de Precisão se tornou a mais importante inovação nas lavouras brasileiras nas últimas décadas. No ano de 2000 foi dado início a um projeto pioneiro no sul do Brasil para validar a tecnologia de Agricultura de Precisão: o Projeto Aquarius.

Desenvolvido em parceria entre a Fazenda Anna e as empresas Stara, Massey Ferguson, Cotrijal, Yara Fertilizantes e a Universidade Federal de Santa Maria, o Projeto Aquarius, aplica a tecnologia e sistematiza resultados com o objetivo de demonstrar a viabilidade da agricultura de precisão. Com o ingresso da Cotrijal, em 2005, o projeto saltou da Fazenda Anna para propriedades de associados da cooperativa em vários municípios na região.

Ainda no ano de 2007 a Lei Municipal nº 3.343 reconheceu a cidade como “Capital da Agricultura de Precisão”. E a Lei Estadual nº 12.744, de 2007, que declarou o município como “Capital da Agricultura de Precisão”.

Em setembro de 2009 a Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) do Senado Federal aprovou o Projeto de Lei nº 124/09, de autoria do deputado Luiz Carlos Heinze, que confere ao município de Não-Me-Toque o título de “Capital Nacional da Agricultura de Precisão”.

Em 29 de outubro de 2009 o Presidente da República sancionou a Lei nº 12.081 que confere ao município de Não-Me-Toque, o título de “Capital Nacional da Agricultura de Precisão”.

Hino a Não-Me-Toque

Em 2014 foi realizado o concurso municipal promovido pela Secretaria de Educação, Cultura e Desporto foi instituído pela Administração Municipal através da Lei Nº 4.437.
O concurso teve por objetivo incentivar a criatividade artística de compositores de letra e melodia do Hino Oficial do Município, oportunizando talentos musicais a apresentar à comunidade um Hino que possa representar e promover o Município.
No total, foram cinco composições participantes, sendo que passaram por uma Comissão Julgadora que avaliou a letra, partitura e melodia dos cinco hinos inscritos, porém somente dois foram aprovados. Para manter uma neutralidade foram usados pseudônimos para a votação online que aconteceu através do site da Prefeitura Municipal.
A comunidade de Não-Me-Toque pode ouvir e decidir entre “Belas Canções” e “Cobra”, sendo um total de 675 votos. A votação encerrou trazendo com 329 votos para a composição Cobra e 346 ao vencedor e novo Hino do Município Belas Canções.
Belas Canções Hino Oficial de Não-Me-Toque. Compositores Julia e Daniel Khun:

 

Campos de gado são hoje coxilhas douradas

Onde ondulam fartos e lindos trigais,

Que fazem da terra ações partilhadas.

Quem te conhece não te esquece jamais.

 

Refrão:

Honra, Não-Me-Toque, ao teu nome se renda!

É orgulho do povo e de lídima glória

Do índio ao branco vem esta lenda,

Tem raízes profundas na tua história

És capital nacional da agricultura de precisão

E mereces nosso orgulho mais profundo

Não-Me-Toque, que me toca o coração,

Tuas prendas te projetam para o mundo.

 

O Rio Grande, o Brasil e o mundo inteiro

Se encantam com a indústria e agricultura.

Te ufanas mostrando em magna feira

Teu trabalho e tecnológica fartura

Quem te conhece não te esqueces jamais

 

O pioneiro no planalto médio fez seu ninho

Fez da união de vários povos sua cultura;

No ensino educa o jovem com carinho

Que com orgulho pisa o chão do seu futuro.

Quem te conheces não te esquece jamais

Escute aqui:

 

Voltar Imprimir Ir ao Topo
Buscar no site