Compartilhe

Sáb, 20/07Não-Me-Toque

Ensolarado com muitas nuvens

Mín 12°

Máx 23°

Chuva 80%

Ensolarado

Yahoo

Buscar no site
Av. Alto Jacuí, 840 - CEP 99470-000 - Fone: (54) 3332.2600 - E-mail: contato@naometoquers.com.br
Notícias
24.12.2015 - Gabinete

Não-Me-Toque decreta Estado de Emergência

A Administração Municipal iniciou desde segunda-feira (21) várias frentes de trabalho com o objetivo de atender os danos causados pelo intenso volume de chuvas, onde foram registrados 160mm que causaram inúmeros prejuízos na área urbana e rural. Atuaram nos trabalhos a Defesa Civil de Não-Me-Toque, a Secretaria de Obras, Secretaria de Assistência Social, Secretaria de Habitação e Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente.

Durante o final da segunda-feira (21) e toda a terça-feira (22), foi realizado um levantamento e registro de todos os danos para conclusão dos relatórios da Defesa Civil.

Na quarta-feira (23), o Coordenador e Presidente do Conselho de Defesa Civil em Não-Me-Toque – Secretário de Agricultura e Meio Ambiente Ivan Machry, reuniu os integrantes do Conselho Municipal de Defesa Civil, juntamente com técnicos da Emater e Cotrijal para apresentar os relatórios e colocar em votação a indicação do decreto de Estado de Emergência, o qual foi aprovado por unanimidade. A indicação foi homologada já na tarde de quarta-feira (23) pela Prefeita Teodora Lütkemeyer, que assinou o decreto nº 215/15.

Conforme levantamento da Secretaria de Obras, a chuva causou danos de grande monta, afetando casas, ruas, estradas, pontes, lavouras e animais. Das 67 pontes,15% precisam ser consertadas ou substituídas por tubos de concreto armado. Dos 800 km de estradas rurais, em torno de 30% sofreram avarias, necessitando de cascalhamento, laminação e compactação. Considerando danos em pontes, estradas, bueiros, a Secretaria de Obras estima um prejuízo de R$ 1.500,00,00 (um milhão e quinhentos mil reais).

Com o laudo da Cotrijal e da Emater estima-se uma perda de 10% em 3.000 hectares plantados de milho, prejudicando 350 agricultores com uma perda de R$ 1.139.040,00. Na plantação de soja numa área plantada de 22.200 hectares, estima-se uma perda de 10%, prejudicando 500 agricultores com perda de R$ 8.973.129,00. Com estes levantamentos, o prejuízo total é de superior a 11.000.000.00 (onze milhões de reais).

“Nossa Administração esteve com várias frentes de trabalho desde segunda-feira procurando atender as pessoas prejudicadas e trabalhando na liberação de estradas. Aceitamos a indicação do Conselho de Defesa Civil e decretamos estado de emergência e continuamos em alerta devido a instabilidade climática. Sabemos que não temos previsão de acessar recursos a nível estadual e federal, porém com o decreto de emergência nossos agricultores terão justificativas para acessar seguros e outros meios de ressarcimento”, comentou a Prefeita Teodora Lütkemeyer.

  DSC00001 DSC00004

Voltar Imprimir Ir ao Topo
Buscar no site